• CIDADE

      15°C/Max

      5°C/Min

INFORME:

Zona Franca de Manaus dá férias coletivas para 40 mil trabalhadores e demite 350, diz sindicato

INÍCIO DO DESEMPREGO / 1 de abr 2020

As empresas da Zona Franca de Manaus concederam férias coletivas para quase 40 mil funcionários e demitiram outros 350 trabalhadores desde o início das medidas restritivas para conter o novo coronavírus. Os dados são do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos do Amazonas.

    Reprodução

De acordo com o presidente do sindicato, Valdemir de Souza Santana, entre as empresas que pararam a produção estão a Samsung, a Yamaha, a Honda e a Gree.

A Zona Franca emprega cerca de 82 mil trabalhadores, dos quais 16 mil são sindicalizados, segundo o sindicato.

Desde terça-feira (31), a Folha tenta entrar em contato com o superintendente da Zona Franca, o coronel do Exército Alfredo Menezes, mas não houve resposta até a conclusão deste texto.

Próximo do presidente Jair Bolsonaro, Menezes participou de uma carreata em Manaus na última sexta-feira (27) contra o fechamento do comércio e outras medidas restritivas. Durante o protesto, Menezes chegou a ligar para Bolsonaro do seu celular para mostrar a manifestação.

Favorável às medidas restritivas, Santana, filiado ao PT, disse que, “em primeiro lugar, está a saúde do trabalhador”.

“Os cientistas têm mais conhecimento. Ou só uma pessoa que está certa no mundo?”, disse, em alusão a Bolsonaro.

Santana defende o uso dos 5% do faturamento bruto destinado, por lei, à pesquisa e desenvolvimento, para minimizar o impacto provocado pelo coronavírus na indústria.

 


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Curta Nossa Página

WC DRONE – WILBERT CASTRO

CARNAVAL DO MELA-MELA EM LUZILÂNDIA

FINAL DO CAMPEONATO DA PEDRA BRANCA 2019 DECISÃO NOS PÊNALTIS

BP ROCHA CONSTRUÇÕES MAGALHÃES DE ALMEIDA -MA

Ouça a Super Vale FM 94,7