• Luzilândia

      15°C/Max

      5°C/Min

Varíola dos macacos: primeiro caso é confirmado no Maranhão

MARANHÃO / 11 de ago 2022

A Secretaria de Estado da Saúde recebeu a confirmação do primeiro caso positivo de monkeypox no Maranhão, nesta quarta-feira (10).

Trata-se de pessoa do sexo masculino, 42 anos, residente em São Luís, com comorbidades, sem histórico de viagem.

O paciente segue acompanhado pela equipe do nosso Hospital Dr. Carlos Macieira e o seu quadro clínico permanece estável.

Os Centros de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) Estadual e municipal seguem acompanhando o caso.

Orientação de atendimento nos municípios

Para monitorar e orientar, de maneira rápida e eficaz, o processo de notificação, investigação e fluxo laboratorial de casos de Monkeypox do Maranhão, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) montou uma sala de situação, que atua na padronização das informações e na orientação dos fluxos de notificação e investigação para a Rede de Assistência à Saúde e as vigilâncias municipais.

A SES encaminhou nesta semana um informe aos 217 municípios maranhenses para manejo de casos suspeitos da doença.

Além disso, na terça-feira (9), a Vigilância Epidemiológica Estadual e o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) realizaram uma reunião, via web, com representantes de municípios, unidades hospitalares que são portas de entrada, unidades Básicas de Saúde, equipes da Estratégia Saúde na Família e gestores municipais, sobre o cenário atual e as novas atualizações de conceito e manejo de Monkeypox.

O documento foi encaminhado aos municípios inclui as ações que já foram realizadas; características da doença; cenário estadual, nacional e mundial; processo de notificação dos casos; e as definições de casos suspeitos, prováveis, confirmados e descartados.

Medidas cautelares

O secretário de Estado da Saúde, Tiago Fernandes, explicou que todas as medidas já foram tomadas para atender na Rede Estadual de Saúde os pacientes que apresentem sintomas suspeitos da doença.

“O Estado do Maranhão está atento ao cenário nacional e mundial. E além de orientar os municípios, a Secretaria de Estado da Saúde já garantiu um fluxo dentro da rede estadual para atendimento de casos suspeitos e confirmados da doença”, afirmou.

Atendimento

A porta de entrada para casos suspeitos da Monkeypox, na Rede Estadual de Saúde, são as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e de acordo com a complexidade do quadro clínico, o paciente com suspeita da doença é encaminhado para uma das unidades de referência para tratamento da doença no Maranhão.

No interior do estado, as referências da rede estadual também são as UPAs, onde os pacientes suspeitos ficarão nos leitos de isolamento. Já na rede municipal de saúde as Unidades Básicas são referência para entrada de pacientes com casos leves da Monkeypox.

FONTE: O IMPARCIAL

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Curta Nossa Página

TERESINA DIESEL

SÃO BERNARDO-MA/ AO LADO DA SEC DE EDUCAÇÃO

WC DRONE – WILBERT CASTRO

CARNAVAL DO MELA-MELA EM LUZILÂNDIA

FINAL DO CAMPEONATO DA PEDRA BRANCA 2019 DECISÃO NOS PÊNALTIS

BP ROCHA CONSTRUÇÕES MAGALHÃES DE ALMEIDA -MA

Ouça a Super Vale FM 94,7