• CIDADE

      15°C/Max

      5°C/Min

INFORME:

Ronaldo Gomes não vai a debate e é comparado a Bolsonaro por seus eleitores

DEPATE EM LUZIÂNDIA / 9 de nov 2020
Em postagens nas redes sociais, eleitores de Ronaldo o compararam ao presidente da República Jair Bolsonaro (Sem Partido), que também não participou de debates e, assim como o candidato Ronaldo em 2016, venceu as eleições para a Presidência.

A ausência de Ronaldo Gomes (Solidariedade), prefeito de Luzilândia e candidato à reeleição neste pleito, no debate entre os envolvidos na corrida eleitoral, promovido pelo Site Clica Luzilândia, em parceria com a Rádio Super  Vale FM,  na noite deste sábado (07), foi um dos assuntos mais comentados durante as discussões sobre o tema. Em postagens nas redes sociais, eleitores de Ronaldo o compararam ao presidente da República Jair Bolsonaro (Sem Partido), que também não participou de debates e, assim como o candidato Ronaldo em 2016, venceu as eleições para a Presidência.

Em 2016, Ronaldo Gomes, então candidato, também não compareceu ao debate promovido pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipal de Educação de Luzilândia (SISMEL), o motivo seria o medo de um possível confronto entre os eleitores dos candidatos que disputam o pleito. Na época ele disputava a Prefeitura com os então candidatos Alderico Tavares (PTB) e Ismar Riotinto (PSOL), e foi eleito Prefeito de Luzilândia.

Em 2018, Bolsonaro participou somente de um debate promovido pela Band. Depois, após ser alvo de uma facada durante ato de campanha na cidade mineira de Juiz de Fora, ele não participou mais de debates televisionados e alegava problemas de saúde.

No debate online, realizado pelo site Clica Luzilândia e Rádio Super Vale FM, o candidato Ronaldo Gomes (Solidariedade) também não compareceu, sua justificativa foi “a percepção de manifestações em redes sociais, onde não fica claro a lisura do debate” (sic). A proprietária do Site Clica Luzilândia, citada na Nota, Jornalista Paula Andréas, declarou que achou dúbio a justificativa. Segundo ela, exaltar a imparcialidade do site e em seguida dá credibilidade a postagens de Internet, sem fonte, sem justificativa ou fundamento seria no mínimo contraditório.

“A manifestação citadas pela Nota foi criada por eleitores da base do Ronaldo. Eles criaram e compartilharam, não justificaram o porquê, apenas insinuaram ser armadilha. Não é a primeira vez que o candidato foge de um debate. A fraca oratória do Ronaldo, e sua dificuldade em se expressar em público, são notórias. Isso não é indigno, boa oratória não é exigência para que uma pessoa dispute um pleito, agora, denegrir o trabalho alheio, para ter uma desculpa como justificativa para seu candidato não ir a um debate é indigno e injusto. A assessoria foi infeliz na Nota. Exaltar a imparcialidade do site e em seguida dá credibilidade a postagens de Internet, sem fonte, sem justificativa ou fundamento é no mínimo contraditório”, comentou.

Sem a presença do candidato Ronaldo Gomes (Solidariedade) e do candidato Batista Azevedo (PSDB), que minutos antes do debate informou que não participaria por motivos pessoais, os candidatos Chagas Dias (CIDADANIA) e Fernanda Marques (PTB) fizeram perguntas entre si, responderam as questões ligadas aos eixos saúde, educação, cultura, segurança e também a perguntas dos internautas sobre seus projetos para questões apontadas por eles como problemas que precisam de soluções.

Assista o debate aqui

O debate contou com a participação de um corpo jurídico da OAB do Piauí formada pelos advogados Carlos Augusto de Oliveira Medeiros Jr, presidente da OAB/PI seccional Barras, Dr. Franas Machado, Rafael Probo, e Evandro Vieira. O prefeito Ronaldo Gomes foi citado várias vezes pelos candidatos presentes, por isso a junta de advogados deu um prazo de 48 horas para, caso o candidato se sinta ofendido no seu pessoal, que seus advogados requeiram por escrito o direito de resposta, se sentirem ofendido na fala dos que estiverem presente. “Depois de nos reunirmos e dado a ausência de alguns candidatos, para garantir o direito constitucional que é o direito de resposta os candidatos ausentes terão 48h para requererem, por escrito, o direito de resposta. A OAB vai analisar esses pedidos e se assim concluirmos que vale o direito de resposta, o espaço estará aberto no site e na rádio”. concluiu Dr. Carlos,  presidente da OAB/PI seccional Barras.

 

Veja como foi o debate com os candidatos a Prefeitura de Luzilândia

Fotos: Clenildo Vale

FONTE: CLICA LUZILÂNDIA

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Curta Nossa Página

TERESINA DIESEL

SÃO BERNARDO-MA/ AO LADO DA SEC DE EDUCAÇÃO

WC DRONE – WILBERT CASTRO

CARNAVAL DO MELA-MELA EM LUZILÂNDIA

FINAL DO CAMPEONATO DA PEDRA BRANCA 2019 DECISÃO NOS PÊNALTIS

BP ROCHA CONSTRUÇÕES MAGALHÃES DE ALMEIDA -MA

Ouça a Super Vale FM 94,7