Jogador de 29 anos foi atendido no gramado, passou por massagem cardíaca e foi levado ao hospital

Uma tragédia na Eurocopa-2020. O meia Christian Eriksen, da Dinamarca, de 29 anos, sofreu uma parada cardíaca no final do primeiro tempo na partida contra a Finlândia e foi socorrido para um hospital.

O problema aconteceu no final do primeiro tempo e, em seguida a partida acabou suspensa pelos organizadores.

O jogo foi disputado no estádio Parken, em Copenhangen, na Dinamarca, que teve presença de público nas arquibancadas e é válido pelo grupo B.

Um drama, que teve tensão, choro dos jogadores, choro dos torcedores e aflição dos familiares do atleta da Internazionale de Milão.

O que era para ser um jogo histórico entre dois países da Escandinávia, se tornou um grande drama.

Aos 42min do primeiro tempo, ele desabou na beira do campo, desacordado, já causando desespero em todos os atletas que estavam perto.

Em seguida, os paramédicos faziam massagem cardíaca no atleta, dentro do campo, enquanto o clima era de tensão e tristeza entre os demais atletas.

Foram mais de dez minutos de atendimento na beira do campo, até que ele fosse retirado de maca do campo, com um balão de oxigênio e acompanhado pelos demais jogadores da equipe.

A última informação é de que ele está acordado e fazendo exames médicos no hospital.

Pedido

Os torcedores que estavam no estádio foram orientados, pelo serviço de som, a permanecerem nas arquibancadas até que novas informações fossem passadas.

VIA Brasil123