• CIDADE

      15°C/Max

      5°C/Min

INFORME:

ESCÂNDALO: Vereadora Nazinha está mira do TCE, por denúncias de uso indevido do dinheiro público em Luzilândia

DESVIO DE DINHEIRO / 2 de jun 2020

A ex-presidente da Câmara Municipal de Luzilândia, vereadora Maria de Nazaré Sousa Azevedo, conhecida por Nazinha, terá que explicar para o Tribunal de Contas do Estado (TCE) as denúncias de irregularidade cometidas durante sua gestão como presidente do legislativo. Nazinha, que é mãe do prefeito da cidade Ronaldo Gomes, é acusada de transferir mais de R$ 46 mil reais de recursos da Câmara de vereadores para sua conta pessoal e de gastar recurso público com alimentação de informações do Portal da Transparência em website da câmara, que aparentemente, não existe.

Por ordem do conselheiro do TCE, Joaquim Kennedy Nogueira Barros, a vereadora tem 30 dias para apresentar a defesa e documentação que explique o pagamento de 13 (treze) salários à ela como presidente e ao seu Contador, nos anos de 2017 e 2018. Ela ainda é acusada de transferir R$ 46.540,00 (Quarenta e seis mil, quinhentos e quarenta reais) de recursos da Câmara de Luzilândia para sua conta pessoal, quando era presidente daquela casa legislativa. (Veja documento em anexo)

O TCE também investiga o uso de recursos públicos para o pagamento de serviços prestados na alimentação com informações do portal da transparência em web sites da Câmara Municipal. Três pessoas, além do contador da época, são mostradas no documento (veja em anexo). Elas seriam responsáveis pela alimentação de um website da câmara de vereadores e digitalização de documentos do almoxarifado para compor banco de dados. No total foram gastos R$ 45.800,00 (Quarentena e Cinco Mil e Oitocentos Reais) na prestação desses serviços.

As denúncias de irregularidades chegaram ao TCE a partir da Tomada de Contas da atual gestão da câmara de vereadores, que tem como presidente o vereador Junior Ema. As possíveis irregularidades encontradas estão sendo investigadas pelo TCE, e caso seja comprovadas, a Vereadora Nazinha poderá devolver os recursos e ficará inelegível.

O vereador Fernando Aguiar, que faz parte do grupo de oposição, afirma que esse site nunca existiu. Porém, quando a nova gestão chegou à presidência da Câmara, uma funcionara estaria responsável por uma digitalização, e que seria para colocar no portal da transparência.  “Já solicitamos a documentação, saber em que site ou aplicativo se encontra esse material e nunca deram uma resposta. Isso é apenas o que tá sendo mostrado, existe mais, e nós sempre denunciamos. Já estava ficando chato, a gente mostrava as irregularidades e eles nos chamavam de perseguidores. Agora é com a Justiça, que mostrem sua verdade lá”, disse.

O Outro Lado

O Site Clica Luzilândia entrou em contato com a vereadora Nazinha e com o então contador da Câmara na época, hoje contador da Prefeitura, Arivonaldo da Silva Rodrigues, o Ari, para esclarecimento sobre as acusações de transferências de valores para suas contas pessoais. Nazinha  pediu que falássemos com o contador Ari, esse afirmou estava preparando uma justificativa e assim que concluída nos enviaria, mas após dias de espera e cobrança, essa resposta não nos foi enviada.

Sobre os valores destinados aos serviços prestados na alimentação com informações do portal da transparência em web sites da Câmara Municipal, entramos em contato com a vereadora Nazinha para comentar as acusações, mas até o fechamento da matéria não obtivemos resposta.

FONTE/; CLICA LUZILÂNDIA

Denúncias de uso indevido do dinheiro público põe a vereadora Nazinha na mira do TCEDenúncias de uso indevido do dinheiro público põe a vereadora Nazinha na mira do TCEDenúncias de uso indevido do dinheiro público põe a vereadora Nazinha na mira do TCE

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Curta Nossa Página

WC DRONE – WILBERT CASTRO

CARNAVAL DO MELA-MELA EM LUZILÂNDIA

FINAL DO CAMPEONATO DA PEDRA BRANCA 2019 DECISÃO NOS PÊNALTIS

BP ROCHA CONSTRUÇÕES MAGALHÃES DE ALMEIDA -MA

Ouça a Super Vale FM 94,7