• CIDADE

      15°C/Max

      5°C/Min

INFORME:

Chuva de cinco horas provoca estragos na capital

/ 27 de mar 2018

imagem ilustrativa

A forte chuva que acometeu a capital na manhã desta segunda-feira (26) provocou fortes alagamentos e aumentou o risco de moradores de área de risco. Atualmente são 56 áreas de risco na capital e somente na manhã de hoje cinco famílias chamaram a Defesa Civil de Teresina em razão do forte risco de desabamento.

Encosta ameaça casas do Residencial Pedro Balzi (Crédito: Raíssa Morais)
Encosta ameaça casas do Residencial Pedro Balzi (Crédito: Raíssa Morais)

 

Ruas de todas as zonas da capital ficaram coberta pelas águas da chuva que iniciou por volta das 8h30 e só foi diminuir por volta das 13h30. A Defesa Civil comunicou à imprensa que atendeu ocorrências no Parque Brasil, zona Norte, e Vila Irmã Dulce, zona Sul de Teresina.

Casas estão sujeitas a deslizamento (Crédito: Raíssa Morais)
Casas estão sujeitas a deslizamento (Crédito: Raíssa Morais)

 

Uma das áreas de maior risco é o Residencial Pedro Balzi, zona Sudeste de Teresina. A reportagem foi ao local e constatou o risco iminente de deslocamento de solo, que pode acarretar na destruição de casas na encosta Boa parte das casas da área em risco, que fica em uma ocupação irregular, permanecem fechadas.

Uma das residências em risco é a da dona de casa Ana Paula Vieira, que mora com os três filhos em um pequeno casebre de taipa. “A mão de Deus está segurando”, assegura a moradora. No entanto, ela reconhece o perigo. “Às vezes as pedras desabam daí de cima e ficamos com medo. Mas nem acreditamos mais na Defesa Civil. Não tenho como sair daqui para pagar aluguel, da minha casa não saio”, conta.

Encosta ameaça todas as casas próximas (Crédito: Raíssa Morais)
Encosta ameaça todas as casas próximas (Crédito: Raíssa Morais)

 

Ana Paula afirma não acreditar na Defesa Civil e nos programas da Prefeitura. Ela conta que em uma das casas vizinhas teve uma das paredes tombadas pela chuva. “Eles querem que a gente saia daqui para morar de aluguel. Eles vêm aqui e dizem que precisamos sair e depois somem, não dão respostas. Não temos condição de ir para lugar nenhum, vamos fazer o quê?”, questiona a dona de casa.

Ruas ficam destruídas no Pedro Balzi
Casas estão sujeitas a deslizamento (Crédito: Raíssa Morais)

 

Os moradores são orientados pela Defesa Civil de Teresina a saírem das residências imediatamente, sendo encaminhadas para serviços como o Aluguel Solidário ou Cidade Solidária. A partir destes programas, as famílias recebem ajuda de custo de R$ 250 para possam sair das casas em ribanceiras ou encostas que possa haver deslocamento de solo. O órgão público atende no número 153 durante as 24 horas do dia.

PORTAL MEIO NORTE

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Curta Nossa Página

TERESINA DIESEL

DI&L TECIDOS FINO – LUZILÂNDIA- PI

BEM EM QUER BOUTIQUE EM MELANCIAS

SÃO BERNARDO-MA/ AO LADO DA SEC DE EDUCAÇÃO

WC DRONE – WILBERT CASTRO

CARNAVAL DO MELA-MELA EM LUZILÂNDIA

FINAL DO CAMPEONATO DA PEDRA BRANCA 2019 DECISÃO NOS PÊNALTIS

BP ROCHA CONSTRUÇÕES MAGALHÃES DE ALMEIDA -MA

Ouça a Super Vale FM 94,7