Informações apuradas pelo Repórter Ponto 50 apontam que ele estava bebendo com a esposa e, incomodados com as muriçocas que são mais presentes nesse período do ano, resolveram acender o fogareiro e fazer uma fumaça para espantar as inconvenientes.

Fogo aceso, continuaram bebendo até que, ainda não se sabe como, o colchão do casal pegou fogo e as chamas cresceram rapidamente tomando de conta da casa. No desespero, talvez por já estar um pouco alterado devido à bebida, ele correu para dentro do banheiro, ao invés de ir para fora.

Relatos mostram que o fogo foi tão forte que derreteu as torneiras e chuveiro do banheiro. O teto da residência desabou e os amigos da vítima tiveram de quebrar a parede do fundo da casa que dava acesso ao banheiro, porém, quando conseguiram remover o homem, ele já estava morto após inalar bastante fumaça e não ter suportado a alta temperatura do cômodo.

Acionada, uma equipe do Corpo de Bombeiros esteve no local e conseguiu controlar as chamas. O corpo será encaminhado ao IML para a perícia técnica.