• CIDADE

      15°C/Max

      5°C/Min

INFORME:

Acusada de matar mulher a tesouradas disse ao ser presa: “Botei foi para matar”

INVEJA / 3 de ago 2020

A equipe da Rede Meio Norte conversou com a família da mulher identificada como Silvana Oliveira Lima, de 35 anos, que morreu no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) no último sábado, 01 de agosto, a tesouradas na quinta-feira (30), quando estava trabalhando em uma loja do Centro de Teresina. Uma colega de trabalho é a principal suspeita do crime.

O marido da vítima, Rony, afirmou que a esposa era cliente da acusada. “A gente acredita que foi inveja da parte da acusada, não houve briga antes, só durante o ataque repentino dela, não sei o que passou na cabeça dessa mulher para atacar a minha esposa. Eu ainda não mexi no celular dela para a perícia realizar o trabalho, para ver o que tem lá delas duas, mas a minha esposa era cliente da acusada, ela comprava danone, guaraná da Amazônia, a acusada tinha o extra dela e a minha esposa ajudava comprando na mão dela, ai no momento ela foi pagar e ela fez isso”, declarou.

Silvana Oliveira foi morta a tesouradas / Crédito: Reprodução

A família acredita que a motivação do crime possa ser inveja. “A gente só soube que minha esposa era muito competente, dos 19 que trabalhavam lá todos foram demitidos com a pandemia a empresária chamou só os funcionários de confiança dela para voltar para a empresa, foram nove, desses nove, foi a minha esposa e essa senhora. Ela nunca comentou nada de atrito com ninguém comigo, ela não era de fofoca, era de casa para o trabalho”, disse.

O esposo da vítima disse ainda que soube por terceiros o que a criminosa disse ao ser presa. “Soube por outras pessoas que a acusada quando foi presa em flagrante disse: ‘Eu botei foi para matar’, mas não tive acesso a essas informações ainda. No hospital ela não estava em condições de falar, a médica disse que ela só poderia me escutar, eu disse que estava lá para cuidar dela, que estava do lado dela, ela apertou minha mão chorou e sorriu”, contou o companheiro emocionado.

A irmã da vítima, identificada como Simone, declarou que a família só quer justiça. “Minha irmã não fazia mal a ninguém, era uma pessoa muito boa, muito querida, quem conhece sabe, os amigos estão muito revoltados. No momento lá os amigos de trabalho disseram que não teve nenhuma discussão entre elas, nós estamos tentando ver o que aconteceu, mas eu creio que realmente foi inveja, ela era muito querida pela dona da empresa, fazia o trabalho dela direito. A gente só quer justiça, nós perdemos minha irmã, não era para ser assim”, falou.

 

VIA MEIO NORTE

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Curta Nossa Página

TERESINA DIESEL

DI&L TECIDOS FINO – LUZILÂNDIA- PI

BEM EM QUER BOUTIQUE EM MELANCIAS

SÃO BERNARDO-MA/ AO LADO DA SEC DE EDUCAÇÃO

WC DRONE – WILBERT CASTRO

CARNAVAL DO MELA-MELA EM LUZILÂNDIA

FINAL DO CAMPEONATO DA PEDRA BRANCA 2019 DECISÃO NOS PÊNALTIS

BP ROCHA CONSTRUÇÕES MAGALHÃES DE ALMEIDA -MA

Ouça a Super Vale FM 94,7