Janainna e Betão Marques apostam na lentidão da Justiça para evitar inegibilidade

Com processos pendentes de julgamento que podem culminar em inelegibilidade, os irmãos Janainna Marques e Edilberto Marques Filho, o conhecido “Betão”, apostam suas fichas na morosidade da Justiça para que possam se candidatar nas próximas eleições.

A deputada foi condenada em ação de improbidade com recurso pendente de julgamento no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasilia/DF. Caso a sentença seja mantida, Janainna Marques estará inelegível por 08 anos.

Jainna e Betão Marques

Já o prefeito Betão, da cidade de Joca Marques/PI, vem tentando, com sucesso, desde 2012, suspender os efeitos de acórdãos do Tribunal de Contas do Estado do Piauí que o deixaram inelegível. A ação desconstitutiva foi julgada improcedente e o recurso dorme nos escaninhos do TJ, sem sequer ter sido autuado, desde dezembro de 2018. Enquanto isso, o prefeito se vale de uma decisão que suspendeu os efeitos da inelegibilidade.

FONTE: GP1PI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *