• Luzilândia

      15°C/Max

      5°C/Min

180 contrata instituto IPPI para balizar resultados de pesquisas eleitorais no Piauí

ELEIÇÕES 2022 / 24 de set 2022

180graus contratou o instituto IPPI Pesquisas e Consultoria e vai divulgar em breve levantamentos sobre as intenções de votos dos piauienses para as eleições deste ano. O objetivo é balizar os números dos institutos tradicionais que divulgam dados sobre o eleitorado, tendo em vista que alguns divergem entre si.

180 já divulgou a primeira pesquisa do IPPIno dia 20 de setembro, a segunda será divulgada no dia 26 de setembro e a terceira no dia 1º de outubro, na véspera da eleição.

Consultor do IPPI, o professor doutor Jefferson Leite, que tem doutorado em Matemática Aplicada pela Unicamp, fala sobre a importância da metodologia aliada com práticas corretas da estatística, junto com alguns modelos matemáticos.

Professor doutor Jefferson Leite

Professor doutor Jefferson Leite

“O IPPI é um instituto que veio para acertar, ele veio para apontar realmente o comportamento em termos políticos das pessoas, a partir do momento que a gente tem bem definido os parâmetros dessas amostras e pesquisas, a gente espera que ao longo dos anos a IPPI sirva como um instrumento para fazer com que as pessoas tenham um norte com relação àquilo que elas queiram observar”, afirmou.

Sobre a diferença dos dados dos institutos, Jefferson Leite explica que há uma série de fatores que podem influenciar os resultados.

“Não era para ser normal, mas acaba sendo, por vários fatores, um deles é a metodologia. Quando a gente se propõe a fazer uma pesquisa, você tem que ver a quantidade de eleitores para poder definir bem uma amostra, uma amostra razoável no Piauí, gira em torno de 2 mil entrevistas, que é o que a gente faz, para ter uma margem de erro de 2%. A partir do momento que você define essa amostra e faz o sorteio destas cidades que vão participar destas entrevistas, a gente espera que essa diferença não seja tão grande”, afirma.

“Porém percebemos uma metodologia diferente de vários institutos que tem ai, ai é normal ter essa discrepância de números. Agora está tão perto que daqui a 10 dias vamos ter a resposta para tudo isso, mas é preciso focar na questão da metodologia, na questão das práticas corretas da estatística, junto com alguns modelos matemáticos, que é o que a gente se propõe de fazer de diferente no IPPI, para que essa margem de erro seja respeitada”, conclui Jefferson Leite.

Juliana Soares, sócia-executiva da IPPI, comenta que o objetivo do instituto é trazer o máximo de proximidade de dados com a realidade do estado.

Juliana Soares, sócia-executiva da IPPI

Juliana Soares, sócia-executiva da IPPI

“A IPPI foi criada por um anseio de se fazer o diferencial em pesquisa e consultoria. A análise matemática minuciosa permite traçarmos o passo a passo da pesquisa, desde a escolha da amostra, em que cidades ela será realizada, análise detalhada dos resultados em tempo real usando tecnologia atual, sabemos onde o pesquisador está, temos áudios das entrevistas. Isso tudo somado a imparcialidade e compromisso da equipe, permite entregarmos um resultado idôneo, fazendo na pesquisa o que na medicina falamos que é uma conduta baseada em evidências, um resultado fiel, imparcial, com credibilidade”, completa.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Curta Nossa Página

TERESINA DIESEL

SÃO BERNARDO-MA/ AO LADO DA SEC DE EDUCAÇÃO

WC DRONE – WILBERT CASTRO

CARNAVAL DO MELA-MELA EM LUZILÂNDIA

FINAL DO CAMPEONATO DA PEDRA BRANCA 2019 DECISÃO NOS PÊNALTIS

BP ROCHA CONSTRUÇÕES MAGALHÃES DE ALMEIDA -MA

Ouça a Super Vale FM 94,7