Câncer bucal: você conhece? Veja as causas

SÃO LUÍS – Toda doença que tem como característica o crescimento celular descontrolado, gerando células anormais neoplásicas e com a capacidade de invadir outros órgãos, é chamada de câncer. Quando acomete a cavidade bucal e os lábios, recebe o nome específico de câncer de boca. De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de boca está entre os dez tipos de maior incidência em homens brasileiros.

O Dr. Elcio Caldas, diretor clínico da Oral Sin São Luís, apontou as principais causas desta doença que atinge mais dez mil novos casos por ano, sendo que deste número, 40% podem levar a óbito. “Câncer é um assunto muito sério que, se não diagnosticado e tratado em sua fase inicial, pode até levar morte”, destacou Dr. Elcio.

– Afta: O senso comum é que toda lesão na boca se resume a uma afta. Essa pequena úlcera precisa desaparecer em um prazo máximo de sete a dez dias. Se isso não acontecer, o recomendado é procurar um dentista, porque essa ‘afta’ merece uma atenção especial, podendo até originar um câncer.

– Dentadura: Poucos imaginam, mas o uso de uma dentadura ou prótese dentária pode ser determinantes para um câncer de boca. Uma dentadura que com o passar dos anos começa a machucar, certamente, vai ocasionar a proliferação de bactérias, feridas e sangramentos. Portanto, essas feridas em potencial podem se transformar em um câncer de boca.

– Tabagismo: O tabaco aumenta de 4 a 15 vezes a probabilidade de desenvolver um câncer de boca. O cigarro contém 60 substâncias com poder cancerígeno, além dos seus componentes tóxicos e a inalação da fumaça quente, que também é prejudicial à saúde.

 

FONTE: DIVULGAÇÃO/ORAL SIN30/04/2018 às 07h26

 

– Alcoolismo: A ingestão excessiva de bebida alcoólica aumenta cerca de 9 vezes o risco de câncer. Ele está relacionado de 2% a 4% das mortes causadas por câncer e ocorrem por conta do álcool mais especificamente, de 50% a 70% de todas as mortes por câncer de língua, cavidade oral, faringe e esôfago.

– Exposição ao sol: A exposição excessiva ao sol pode provocar um câncer de lábio inferior. Pessoas de cor clara, com pouca pigmentação de melanina, são as que apresentam maior risco.

Sabia que existe um autoexame bucal?

Sim, existe. Ele é simples e pode ser feito por qualquer pessoa. Basta um espelho e um ambiente iluminado para conhecer sua própria estrutura da boca. Identifique possíveis anormalidades, como mudança na aparência dos lábios ou na parte interna da boca, caroços, feridas e inchaços. Vale lembrar que o autoexame não substitui o exame clínico, ou seja, mesmo que não exista nenhuma alteração, consulte regularmente um dentista de confiança.

Campanha alerta sobre os riscos da pressão alta nesta quinta (26)

Para alertar a população dos riscos da pressão alta, a Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH) inicia hoje (26), Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão, a campanha Meça sua Pressão. A iniciativa visa a informar e orientar sobre a importância de fazer a aferição regular da pressão arterial e de como prevenir a doença. São consideradas hipertensas pessoas com pressão arterial maior que 140/90 mmHg, mas, de acordo com a nova diretriz americana, esse parâmetro já baixou para 130/80 mmHg.

“A hipertensão arterial é uma doença silenciosa, pois não causa sintomas e é progressiva. Atinge homens e mulheres e 32,5% dos brasileiros sofrem com ela”, explica a enfermeira Grazia Guerra, coordenadora da campanha, que contará com programação extensiva na capital paulista.

Haverá ainda uma ação conjunta com o Departamento de Hipertensão Arterial da Sociedade Brasileira de Cardiologia, representante brasileiro para a ação MMM-18 da Sociedade Internacional de Hipertensão. Em termos globais, a campanha visa a medir a pressão arterial de cerca de 25 milhões de pessoas durante o mês de maio, dedicado mundialmente à hipertensão arterial.

 

Fatores de risco

De acordo com o Hospital Sírio-Libanês, no Brasil a hipertensão arterial atinge 32,5% (36 milhões) de indivíduos adultos, mais de 60% dos idosos, contribuindo direta ou indiretamente para 50% das mortes por doença cardiovascular. “Dados do Ministério da Saúde mostram que um em cada cinco indivíduos sofrem da doença e apenas 20% fazem o controle adequado”, explica o diretor do Centro de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês, Roberto Kalil Filho.

Diversos fatores contribuem para a elevação da pressão arterial, entre eles o envelhecimento da população, a obesidade, o consumo excessivo de sal, sedentarismo e o uso abusivo de bebida alcoólica e drogas. A melhor forma de combater a doença, além da utilização de medicação adequada, é adotar hábitos saudáveis, alimentação rica em frutas, oleaginosas e sais minerais, além da prática de exercícios físicos.

Fonte: Com informações do Agencia Brasil

Governo de Luzilândia e Secretaria de Saúde dão inicio a Campanha de Vacinação contra a gripe

Durante esta época do ano, algumas regiões já começam a esfriar e a as pessoas começam a ficar preocupadas com a gripe. E é exatamente neste período, antes do inverno, que o Ministério da Saúde realiza a Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe, em parceria com o Governo do Estado e Prefeitura de Luzilândia, para proteger a população contra a doença. Neste ano, a campanha é de 23 de abril a 1º de junho.

Os convocados para a vacinação são pessoas maiores de 60 anos, pessoas com doenças crônicas, gestantes, mães no pós-parto, crianças com mais de 6 meses e menos de 5 anos, profissionais de saúde, professores, portadores de condições especiais.

A vacina contra gripe é segura e salva vidas, procure o posto de saúde mais perto de você e proteja-se. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias, de 39% a 75% a mortalidade global e em, aproximadamente, 50% nas doenças relacionadas à influenza.

Os idosos estão mais propícios a sofrer complicações pela doença e a vacinação ajuda a reduzir o número de hospitalizações.

Proteção para mãe e bebê

É muito importante que as gestantes procurem um posto de vacinação para se proteger contra a gripe, a vacina é segura e tem efeito protetor enorme tanto para a mãe quanto para a criança. Ela é importante porque na gravidez, pela sua condição de gestante, ela tem uma baixa imunidade, então ela está mais propensa a adquirir a gripe. Quando a mãe toma a vacina, ela passa anticorpos para o seu filho, ainda na barriga, e a criança vai nascer já com uma imunidade passiva, que vai da mãe para o filho.

A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS, (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B).

Além das pessoas acima de 60 anos e gestantes, a vacina está disponível para crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional. Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais também devem se vacinar.

Professores

Professores também fazem parte do público-alvo da vacinação contra gripe. Isso contribui na redução de ausência desses profissionais por conta da doença e, consequentemente, na melhoria da qualidade do ensino. É importante para que professores não fiquem doentes, para não prejudicar os alunos com a falta de professor. Além disso, ao trabalhar com essa doença, pode-se transmitir para eles e prejudicá-los, gerando um efeito dominó, o professor estando protegido, protege a família e os alunos.

Gripe ou resfriado?

Junto com a gripe, o tempo frio também traz outras doenças respiratórias, como o resfriado. Existe diferença entre eles, mas como os sintomas são muito parecidos.

A gripe é causada pelo vírus influenza. Os principais sintomas são febre alta, seguida de dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça, coriza e tosse seca. A febre mais forte talvez seja o sintoma mais característico e dura em torno de três dias. A transmissão dos vírus da gripe ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias, de uma pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar.

Já o resfriado é causado por vírus diferentes, e geralmente acometem crianças. Os sintomas do resfriado, apesar de parecidos com da gripe, são mais leves e duram menos tempo, entre dois e quatro dias, no total. Os sintomas incluem tosse, congestão nasal, coriza, leve dor no corpo e na garganta. Não é muito comum ter febre durante um resfriado e, quando acontece, não é eleva muito a temperaturas do corpo.

Fonte: Ministério da Saúde

Edição: Assessoria de Comunicação

Juiz do interior do Piauí sofre AVC durante treino em academia

Ele está internado em estado grave no Hospital do São Marcos

O juiz Jônio Evangelista Leal, de 38 anos, titular da comarca do município de Barro Duro, sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) na tarde de sábado (21), enquanto treinava em uma academia na zona leste de Teresina.

Ele está internado em estado grave na UTI do Hospital do São Marcos. Os médicos devem retirar a sedação nesta segunda-feira (23), para analisar como o juiz irá reagir.

FONTE: PORTAL R10

Governo de Luzilândia recebe cestas básicas, quites de higiene e limpeza para famílias afetadas pelas cheias

Os kits de limpeza e higiene serão montados pela comissão de defesa civil do município, para serem entregues juntamente com as cestas básicas.

Governo Municipal de Luzilândia recebeu na manhã desta sexta-feira (20), da Defesa Civil do Estado do Piauí, cestas básicas, produtos de higiene e de limpeza para as famílias que foram afetadas pela enchente do Rio Parnaíba. O pedido foi feito por meio de decreto e ofício entregues pessoalmente pelo prefeito Ronaldo Gomes ao secretário de Defesa civil do Estado Raimundo Coelho.

Os kits de limpeza e higiene serão montados pela comissão de defesa civil do município, para serem entregues juntamente com as cestas básicas.

De acordo com um mapeamento realizado pelas equipes da defesa civil no ultimo dia 15 de abril foram registrados os seguintes dados:

    • Famílias afetadas- 190 famílias
    • Localidade isoladas -03 (Bico do Patu, Ilha do Capeta e Suruéga)
    • Famílias desalojadas- 15 famílias

 

Com informações e fotos da Ascom da PML

Professora da Escola Crescimento é internada com meningite, em São Luís

A Professora de música, Fundamental 1, conhecida por Madion, da Escola Crescimento, permanece hospitalizada em tratamento por causa do diagnóstico de meningite. O colégio, preocupado com a repercussão da informação junto aos pais e alunos, disse em comunicado que não haverá necessidade de desinfectação no Crescimento por o caso ser viral e não bacteriano.

Embora as autoridades pública de Saúde estadual e municipal tentem minimizar ou até abafar os efeitos mortais da meningite em São Luís, a doença assusta pelo número de mortes que causou em menos de duas semanas na capital. Foram três jovens vítimas, sendo um rapaz no final de fevereiro, uma adolescente no dia 03 de março e outra também adolescente de 16 anos no dia 11 deste. Em São Luís, já existem três casos de mortes em menos de um mês.

O terceiro caso ocorreu com Taynara Sousa Santos, vindo a falecer dia 11 deste, domingo, na UPA da Cidade Operária (foto acima). Ela estudava na escola  da rede estadual de ensino, Pedro Álvares Cabral, que teve que ser interditada na terça-feira, dia 13 deste. Dois dias antes, na sexta-feira, a professora notou que a menina não passava bem na sala de aula.

Apavorados, pais de alunos correram para os postos de vacina com seus filhos, mas não encontraram  a solução preventiva. Técnicos da Vigilância Sanitária estiveram no local devidamente protegidos e interditaram a escola, na manhã de ontem.

A preocupação maior dos pais e alunos é que a adolescente apresentou os sinais da doença, que tem alto poder de contágio, dentro da sala de aula e apenas três dias depois que o local foi interditado.

O segundo caso ocorreu no dia 3 deste mês, quando morreu por causa de meningite  a adolescente Débora Sales (foto acima), que ainda chegou a ser internada com os sintomas da doença na Unidade Mista do bairro Bequimão. No estabelecimento hospitalar, no dia seguinte, houve medo por causa do contágio. .

O primeiro caso aconteceu, no dia 27 de fevereiro, aconteceu com o estudante de jornalismo, Lucas Gabriel Martins (foto acima), 21 anos, que foi internado em um hospital privado na capital e acabou falecendo. Ele sentia torcicolo, vomitava bastante, além das fortes dores na cabeça, no corpo, respiração acelerada e sonolência.

FONTE: Blog do Luis Cardoso

FOTOS: MORADORES DA ZONA RURAL DE MAGALHÃES DE ALMEIDA SÃO AFETADOS PELA CHEIA DA LAGOA DO BACURI; COMUNIDADES ESTÃO ILHADAS

Diversas fotos mostrando a situação da zona rural de Magalhães de Almeida estão sendo mostrada em redes sociais e chamando a atenção da sociedade. As cheias da Lagoa do Bacuri já afetou direta e indiretamente centenas de pessoas.

Segundo informações de moradores as aulas estão suspensas em alguns povoados devido corte no acesso das estradas, um dos povoados mais afetados com isolamento é o povoado Alto do Cedro.

As águas também interromperam a passagem de moradores e motoristas que utilizam a ponte ligando s povoados pedrinhas e Coqueiro.

Veja as fotos de como está a lagoa.

 

1 30704113_1806866072698873_5818878768441196544_n 30704544_1806865932698887_8970745122815737856_n 30710142_1806865972698883_2177680158603870208_n 30710269_1806865999365547_2675272675558948864_n 30727152_1806865899365557_5355111841951383552_n 30741509_1806866029365544_141604208460693504_n

Foto: R.Mathias

FONTE: PORTAL RIO PARNAÍBA