TSE: Roseana Sarney é a candidata mais rica a disputa do governo do Maranhão

Os candidatos ao governo Flávio Dino (PCdoB) e Roseana Sarney (MDB) já fizeram o pedido de registro de suas candidaturas no sistema eletrônico DivulgaCand do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e apresentaram a declaração de bens.
Roseana apresentou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 11.427,380,30 em bens. Em 2010, a filha de Sarney declarou ter R$ 7.838.530,34. O vice, o empresário de Imperatriz Ribinha Cunha (PSC) afirmou possuir R$ 3.447.398,10.
Já o governador Flávio Dino declarou à Justiça Eleitoral possuir R$ 885.534,54 em bens. Em 2014, o seu patrimônio era de R$ 933.605,93. O vice Carlos Brandão (PRB) cadastrou seus bens no DivulgaCandContas no valor de R$ 69.686,17. Em 2014 afirmou ter R$276.426,57 em posses.
Pré-candidato do PSDB, Roberto Rocha declarou R$ 2.286.531,13.
Senadores (chapa Flávio/Roseana)
Lobão – bens
2010 – R$ 5. 093.842,25
2018 – R$ 8.632.545,69
Sarney Filho – bens
2014 – R$ 4.752.376,77.
2018 – R$ 6.163.599,06
Weverton Rocha – bens
2014 – R$325.760,07
2018 – R$ 2.468.312,29
Eliziane Gama – bens
2016 – R$630.000,00
2018 – R$ 690.000,00
FONTE: John Cutrim

Bolsonaro é o sétimo a registrar candidatura à Presidência

BRASÍLIA – O PSL pediu hoje (14) o registro do deputado federal Jair Bolsonaro como candidato da legenda à Presidência da República. Ele é o sétimo nome a ser registrado e tem como vice o general Hamilton Mourão, filiado ao PRTB.

Em sua declaração de bens, Bolsonaro, que é capitão da reserva do Exército, informou ter um patrimônio avaliado em R$ 2.286 milhões, a maior parte em imóveis e veículos. Mourão informou ter R$ 414,4 mil.

Bolsonaro, de 63 anos, está no sétimo mandato como deputado federal e concorre pela primeira vez à Presidência.

Segundo dados do TSE, até hoje, além de sete candidatos a presidente e sete a vice-presidente, já foram solicitados registros de candidatos a governador (87), a vice-governador (87), a senador (155), a deputado federal (3.461), a deputado estadual (6.813) e a deputado distrital (285), além de 311 para suplentes de senadores.

O prazo para requerer o registro termina às 19h de amanhã (15) e o TSE tem até 17 de setembro para apreciar todos os pedidos, que podem ser alvo de impugnação (questionamento) por parte de coligações, partidos e candidatos adversários, bem como do Ministério Público Eleitoral.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Coligação de Wellington formaliza registro da candidatura no TRE

Os integrantes da coligação “A Força com a Vitória do Povo”, encabeçada pelo pré-candidato a governador Wellington Dias (PT), formalizaram nessa terça (14) o registro das candidaturas no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI).

Além do governador, registraram as candidaturas Regina Sousa, que vai disputar a Vice-governadoria e os candidatos ao Senado Ciro Nogueira (PP) e Marcelo Castro (MDB), todos na chapa majoritária, além dos suplentes. Já na chapa proporcional, foram computados 68 nomes, entre candidatos a deputados federais e estaduais.

A coligação a “A Vitória com a Força do Povo” é formada pelos partidos PT, MDB, PDT, PSD, PP, PTB, PCdoB, PR, PRTB. Atualmente, essas siglas fazem parte da base aliada do governador Wellington Dias e a meta do grupo é ampliar a participação delas na Assembleia Legislativa para o período 2019-2022.

A campanha eleitoral começa no dia 16 de agosto, quinta-feira. A partir deste dia até o 6 de outubro, os candidatos poderão fazer caminhadas, carretas, passeatas ou usar carros de som e campanha a internet. A propaganda eleitoral no rádio e na TV começa dia 31 de agosto e vai até o dia 4 de outubro. A eleição acontece no dia 7 de outubro.

FONTE: PORTAL MEIO NORTE

Flávio Dino declara patrimônio de R$ 885 mil ao TSE

O governador do Estado do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), declarou nove bens no valor total de R$ 885.534,54 ao tribunal Superior Eleitoral (TSE). O candidato à reeleição protocolou o pedido de registro na semana passada e as informações constam no sistema da Justiça Eleitoral, que ainda vai avaliar a solicitação.

Flávio Dino informou que possui aproximadamente R$ 631 mil em bens imóveis, enquanto cerca de R$ 16 mil representam valores em conta corrente.

Entre os bens também estão uma sala ou conjunto declarado pelo valor de R$ 24.444, além de um investimento de R$ 114.679,34 em um plano de previdência privada chamado Vida Gerador de Benefício Livre – VGBL.

O valor total em bens é menor do que foi declarado em 2014, quando o candidato declarou um total de R$ 933.605,93. Na época Flávio Dino tentava pela segunda vez ser eleito governador do Maranhão.

O candidato à vice-governador de sua chapa, Carlos Brandão (PRB), declarou possuir apenas R$ 69.686,17 em bens. O valor é muito menor do que foi declarado à Justiça Eleitoral em 2014, quando Brandão informou que tinha R$ 276.426,57 em patrimônio.

FONTE:É MARANHÃO

Sinte decidirá sobre fim de greve na próxima segunda e devolve apelo a governador

FONTE:CIDADE VERDE

O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação do Piauí (Sinte-PI), Cassius Lages, informou que a categoria definirá em assembleia na próxima segunda-feira (20) sobre o fim da greve dos professores. Nesta segunda-feira (13), o vice-presidente fez um apelo ao governador  Wellington Dias (PT) para que o pagamento do reajuste da Educação seja cumprido, exatamente como determina o acordo judicial.

“Primeiro eu gostaria de dizer que a greve não acaba dessa forma, ela acaba em uma Assembleia, que está marcada para o dia 20, na próxima segunda, a partir das 10h”, afirmou  o vice-presidente em entrevista ao Jornal do Piauí de hoje. O governador Wellington Dias prometeu que a determinação judicial será cumprida pelo governo e que já autorizou o a pagamento do aumento na folha de agosto.

Cassius acrescentou; “e da forma como foi colocada a decisão judicial, eu também faço um apelo ao governador, que cumpra da forma com ela foi colocada. O pagamento dentro das 48 horas do retroativo nas contas dos trabalhadores da educação. E depois desse pagamento, o cumprimento, no mês de agosto, que é o acordo do pagamento do reajuste de 6,81% e os 3,15%, da forma como diz também, o acordo judicial. Dessa forma vamos ter condições de estar cumprindo o acordo que foi feito na justiça, entre as partes”.

O movimento grevista já dura mais de 70 dias e Cassius entende que “a greve está quase que definida. Agora, é preciso que o cumprimento na justiça seja feito de acordo com o pedido do desembargador Joaquim Santana”. O Sinte ingressou com ação judicial requerendo o reajuste e o desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí, Joaquim Santana, determinou ao governo do estado que conceda o reajuste de 6,81% para os professores da rede estadual e 3,95% para os funcionários administrativos.

O vice-presidente garantiu que se o acordo for cumprido pelo governo, o Sidicato também cumprirá a sua parte de que as aulas sejam repostas conforme o calendário de cada escola, atendendo as necessidades escolares, com sempre foi feito.

Lyza Freitas
[email protected]

Brasil e EUA voltam a tratar do uso da base de Alcântara- MA para lançar foguetes

 FONTE: AGÊNCIA BRASIL

BRASÍLIA – O ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, reuniu-se no começo da tarde de hoje (13) com o secretário de Defesa dos Estados Unidos (EUA), James Mattis. No encontro, foram tratados da situação social da Venezuela, de cooperações militares, inclusive na área cibernética, e da retomada de um acordo de salvaguardas tecnológicas para utilização da Base de Lançamento de Alcântara, a cerca de 30 km de São Luís (MA).

Segundo Silva e Luna, “os americanos estão mexendo na proposta” para viabilizar um acordo ainda este ano.

De acordo com o ministro brasileiro, “o secretário de Defesa [James Mattis] se comprometeu, no mais curto prazo, a ajustar os detalhes para que o acordo fique conforme nossos interesses e seja entendido pelo país inteiro, pela sociedade, que é traduzido pelo nosso Congresso”.

A base, criada em 1983 para o Programa Espacial Brasileiro, é objeto de interesse dos Estados Unidos por causa da proximidade com a Linha do Equador, que possibilita a economia de combustível no lançamento de foguetes. Um acordo para uso norte-americano foi frustrado nos anos 1990 por causa da resistência do Congresso Brasileiro, que desejava um contrato que garantisse maior transferência de tecnologia e acesso a informações a operações no local.

De acordo com o ministro da Defesa, o Brasil tem interesse na produção de informações do satélite. “Enfatizamos muito já que os Estados Unidos têm uma grande capacidade de informação na área, que é a de inteligência por meio de satélites de imagem”, disse Silva e Luna aos jornalistas após o encontro com o secretário de Defesa, sem especificar se o interesse brasileiro diz respeito à segurança, telecomunicações, clima e/ou meio ambiente.

“Na verdade, está se tratando não do que sai do chão, mas do que está no espaço. A preocupação é com o que está no espaço não é com o centro de lançamento em si, já que é um espaço livre e uma área que não ameaça a segurança das nações”, assinalou Silva e Luna.

O acordo com os norte-americanos é defendido pela Agência Espacial Brasileira e pelo Comando da Aeronáutica. Em artigo recente, o comandante da Aeronáutica, Nivaldo Luiz Rossato, defendeu as negociações e o esclarecimento da população. “O país precisa saber que Alcântara não está à venda, não será arrendada e que tampouco haverá cessão de área ou qualquer outra ação que afete a soberania brasileira”, escreveu.

Venezuela

Ainda de acordo com o ministro da Defesa, os norte-americanos adotaram uma posição de expectadores em relação aos desdobramentos dos problemas sociais, políticos e econômicos na Venezuela que acarretaram no aumento da imigração de venezuelanos para o Brasil e a Colômbia.

“A colocação dos Estados Unidos nesse aspecto é muito prudente. Considera que a solução deve ser liderada pelo Brasil e pergunta sempre como pode ajudar”, disse Luna e Silva que informou ter trocado ideias com Mattis sobre uma maneira de construir “solução para tirar o país da dificuldade que está passando”

SEMED de Santana do Maranhão realiza capacitacão no dia “D” da BNCC

Foi realizada na última quinta-feira (06/08), o dia “D” da BNCC (Base Nacional Comum ), no município de Santana do Maranhão, o encontro aconteceu na escola Júlio Monteles.

A secretaria municipal apresentou durante todo o dia, palestras e oficinas para os professores da rede Municipal de Ensino, Ensino fundamental, Educação Infantil e EJA.  A capacitação teve como objetivo, mostrar e ensinar como usar os novos planejamentos, currículos e códigos que serão aplicadas na grade curricular da rede de Ensino em todo o país.

Durante todo o dia “D”,  a secretaria promoveu palestras com a professora Rainilde ,onde foram discutidas a estrutura e as competências do programa BNCC, que envolveu a Secretaria Municipal de Educação, às Escolas e toda Comunidade Escolar durante todo dia, onde foram realizadas apresentações atividades e dinâmicas

Estiveram presentes no evento, o Secretário Adjunto de Educação – Elizeu Feitosa, Assessor Técnico Pedagógico – David Fonseca, Coordenadora da BNCC local- Araeles Pessoa, Coordenadora do Ensino Fundamental – Carlota,   Coordenadora de Educação Infantil – Marceliude, Diretor da Escola Júlio Monteles – Reginaldo e os professores do município.

O Dia “D” da BNCC,  teve caráter formativo aos professores, ao mesmo tempo, contou com o engajamento dos profissionais da educação,  para implementação da Base Nacional Comum Curricular que iniciará no ano letivo de 2019 no município de Santana do Maranhão.