Internacional bate o Bahia na Fonte Nova e segue na cola do líder

SALVADOR – O Internacional segue na caça ao líder do Brasileirão. Nesta quarta-feira (22), pela 20ª rodada, a primeira do returno da competição, o Colorado venceu o Bahia por 1 a 0, na Fonte Nova, em Salvador. O gol dos gaúchos foi marcado por Patrick. O resultado mantém o Inter na vice-liderança do Campeonato Brasileiro, agora com 41 pontos, um a menos que o líder São Paulo. O Tricolor Baiano caiu para a 12ª posição, com 22 pontos.

Bahia e Internacional fizeram um primeiro tempo equilibrado na Fonte Nova. A primeira chance foi do Inter, com Camilo, que bateu no canto direito do goleiro Anderson, mas a bola foi para fora. Aos 12 minutos, foi a vez do Tricolor, com Edigar Junio acertando o travessão de Lomba. Na marca dos 20 minutos, os visitantes abriram o placar. Patrick aproveitou bem cruzamento de Edenílson e e mandou para o fundo da rede. O Colorado quase ampliou antes do intervalo, aos 43 minutos, em chute de Edenílson que parou em grande defesa de Anderson.

O Colorado foi o primeiro a ameaçar na etapa final. Logo aos cinco minutos, Anderson salvou o Tricolor ao defender cabeceio de Rodrigo Dourado. Na marca dos 16 minutos, foi a vez de Lomba salvar o Internacional, ao defender uma bomba de Léo. Quando o relógio apontava 36 minutos, Léo ficou com a sobra após bate e rebate na área, chutou forte mas mandou para fora.

FONTE: COM INFORMAÇÕES DA CBF

PIRIPIRI VENCE E ELIMINA LUZILÂNDIA DA COPA NORTE DE FUTSAL PRATA DA CASA

Com o apoio do Governo de Luzilândia e a Secretaria de Esportes do município, a Seleção de Futsal Luzilandense foi até a cidade de Nossa Senhora dos Remédios, na manhã deste domingo (19), onde, em partida válida pelas quartas de finais da Copa Norte de Futsal “Prata da Casa”, enfrentou a equipe do Flor dos Campos da cidade de Piripiri.

EQUIPE DE PIRIPIRI

EQUIPE DE LUZILÂNDIA

Nossos guerreiros fizeram uma bela e disputada partida, onde ao final dos dois tempos mais a prorrogação o placar ficou em 3×3.

Nos pênaltis, a equipe de Piripiri acabou se classificando com 3 cobranças convertidas, contra 2 marcadas pela seleção Luzilandense.

  

Realizada a grande Final do Tradicional Campeonato Taça Prefeito Zé Neto do povoado Cabeceiras

No último Sábado foi realizado a final do Campeonato Taça Prefeito Zé Neto de Cabeceiras zona rural de Madeiro – PI. O evento esportivo lotou a Arena Antonio Rosa, a partida foi entre os donos da casa Cabeceira e Atlético Madeirense,  que contou com narração local de Júlio César e comentários de Ki-Bixiga.
 
Cabeceiras
Real Madeirense
No primeiro tempo o time visitante deu pressão e consegui o abrir o placar com Bracinho, em seguida criaram várias chances que foram desperdiçadas, e no futebol a bola pune, no finalzinho da primeira etapa os donos da casa empataram a partida. 
 
Na segunda etapa algumas mudanças em campo de ambas as equipes, mas não surgiram  efeitos e o placar no tempo normal ficou em 1 x 1, e o titulo foi decidido nas penalidades.
 
Foram 5 batidas para cada equipes, o Atlético Madeirense começou as batidas e converteu 4, o  craque Bracinho melhor jogador da partida desperdiçou 5ª batida, Cabeceiras converteu todas e ficou com o Bicampeonato  da Taça Prefeito Zé Neto. 
A final da competição contou com a participação do prefeito Zé Neto e sua equipe de governo.

PORTAL RIO PARNAÍBA

Atlético Paranaense surpreende e devasta Flamengo com tranquilidade

Com um primeiro tempo perfeito, o Atlético Paranaense surpreendeu o Flamengo na manhã deste domingo, na Arena da Baixada, e venceu por 3 a 0, seguindo com sua recuperação dentro da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Furacão chegou aos 18 pontos, na 18ª colocação. Já o Rubro-Negro carioca, com 37 pontos, perdeu a chance de voltar à liderança e pode ver o São Paulo disparar na ponta.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense enfrenta a Chapecoense, quarta-feira, na Arena Condá, em Chapecó. Já o Flamengo encara o Vitória, quinta-feira, na Maracanã.

O

Assista aos gols e melhores momentos da partida:


 

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 3 X 0 FLAMENGO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 19 de Agosto de 2018, domingo
Horário: 11 horas (de Brasília)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Ricardo Junio de Souza
Cartões amarelos : Pablo, Léo Pereira, Zé Ivaldo (Atlético-PR); Vitinho (Flamengo)

Gols
ATLÉTICO-PR: Pablo, aos 09 minutos, Raphael Veiga, aos 16 minutos e Zé Ivaldo, aos 20 minutos do primeiro tempo

ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington e Lucho González (Bruno Guimarães); Raphael Veiga (Bruno Nazário), Nikão (Anderson Plata) e Marcinho; Pablo.
Técnico: Tiago Nunes

FLAMENGO: César; Rodinei, Léo Duarte, Thuler e Renê; Cuéllar, Willian Arão (Marlos), Luicas Paquetá e Éverton Ribeiro (Geuvânio); Uribe (Lincoln) e Vitinho
<b.Técnico: Maurício Barbieri

 

Corinthians bate novamente a Chapecoense e avança às semis

Nas semi-finais o Timão vai enfrentar o Flamengo, que derrotou o Grêmio nesta quarta-feira (15) no Maracanã.

CHAPECÓ – Com a derrota em casa, a Chapecoense está desclassificada da competição e o Corinthians vai rumo as semi-finais.

Na noite desta quarta-feira (15), o Timão derrotou a Chapecoense por 1 a 0, na Arena Condá, e se garantiu na próxima fase da competição. No primeiro jogo das quartas de final, o time paulista venceu pelo mesmo placar.

Na semifinal, o Corinthians terá pela frente o Flamengo, que eliminou o Grêmio nesta noite, no Maracanã.

FONTE: COM INFORMAÇÃO DA CBF

Flamengo marca gol no início, segura pressão do Grêmio e garante classificação

RIO DE JANEIRO – Com mais de 55 mil torcedores no Maracanã, nesta quarta-feira (15), o Flamengo conquistou vaga para a semifinal da Copa do Brasil 2018. Após 1 a 1 no jogo de ida, o Rubro-Negro venceu o Grêmio nesta noite e se garantiu na próxima fase da competição.

Classificado, o Flamengo terá pela frente o Corinthians, que eliminou a Chapecoense nas quartas de final nesta quarta-feira e também avançou na competição.

O jogo

Com o empate no primeiro jogo, os times entraram em campo no Maracanã já buscando o ataque desde o apito inicial. Em três minutos, a partida já contava com dois contra-ataques, um para cada lado. Primeiro, pelo lado do Grêmio, Everton disparou pela direita, mas Cuéllar chegou e jogou para escanteio. Depois, pelo Flamengo, Vitinho arrancou do campo defensivo, achou espaço pelo meio e arriscou o chute de longe, sem perigo para o goleiro Marcelo Grohe. Logo na sequência, Vitinho dominou pela esquerda, limpou a marcação de Léo Moura e levantou na área. Cortez tentou afastar, mas furou a bola dentro da área. Lucas Paquetá ajeitou no susto e tocou para Éverton Ribeiro abrir o placar para os rubro-negros: 1 a 0. Em vantagem, o Fla se organizou no campo de defesa e dobrou a marcação. O Grêmio, explorando bem o lado direito, tentou chegar ao empate, mas sem conseguir furar o bloqueio do time carioca.

No segundo tempo, o Grêmio dominou completamente o jogo. Já no primeiro minuto, Ramiro ficou com a sobra após rebote de Diego Alves e tentou uma bicicleta, mas a bola saiu por cima do gol rubro-negro. Conseguindo encontrar mais espaços, os gaúchos deram mais trabalho ao goleiro do Fla. Aos 24 minutos, Jael limpou a marcação de dois adversários, ajeitou e soltou o pé direito, mas o chuto foi fraco e parou nas mãos de Diego Alves. Sem arriscar contra-ataques e focado na marcação, o Flamengo administrou o resultado até o apito final e garantiu a vaga para a próxima fase da Copa do Brasil.

COM INFORMAÇÕES DA CBF

Flamengo e Grêmio decidem quem segue na Copa do Brasil

O Maracanã promete pulsar na noite desta quarta-feira (14). Às 21h45 (de Brasília), o Flamengo recebe o Grêmio em busca de uma vaga na semifinal da Copa do Brasil. O jogo é decisivo, mas vale bem mais para o Rubro-negro do que somente um lugar na próxima fase da competição. Por uma série de circunstâncias, o torneio mata-mata ganhou importância nos bastidores da Gávea. Com o fim do critério do gol qualificado, o Flamengo precisa vencer para avançar. O primeiro jogo, realizado em Porto Alegre, terminou empatado por 1 a 1. Qualquer nova igualdade no placar levará a decisão da vaga para os pênaltis. O Rubro-negro aposta na união com mais de 50 mil torcedores no estádio para superar os obstáculos e manter vivo o sonho do título. Não faltam motivos para avançar na Copa do Brasil.

O Flamengo sonha com um título de expressão desde o ano passado. Tricampeão da Copa do Brasil (1990, 2006 e 2013), o Rubro-negro bateu na trave em 2017. Foi vice-campeão do torneio nacional e também da Copa Sul-Americana. A busca pelo tetra segue viva e tem um peso importante por conta da forma como a taça foi perdida na última temporada. Por falhas no planejamento, o Flamengo sofreu com goleiros em má fase quando mais precisava de segurança no setor defensivo. Thiago falhou já nos últimos minutos do primeiro jogo da final contra o Cruzeiro. Gol de Arrascaeta. Na decisão, no Mineirão, Alex Muralha escolheu o canto direito em todos os pênaltis e foi presa fácil para os cobradores cruzeirenses. O título foi perdido e deixou todos na Gávea com a sensação de que a história poderia ser diferente se o time contasse com um goleiro de confiança na época. Até por isso, o gosto amargo segue no clube. E só uma conquista será capaz de amenizá-lo.

Se foi o algoz no ano passado, o Cruzeiro voltou a causar problemas para o Flamengo recentemente. Na última quarta-feira (8), o time de Mano Menezes venceu por 2 a 0 na primeira partida das oitavas de final da Copa Libertadores. Foi um golpe duro para o Rubro-negro em pleno Maracanã. A competição sul-americana é uma longa obsessão do clube e que esbarra em seguidas eliminações recentes. A possibilidade ainda está aberta, mas sabe-se internamente que a vaga ficou bastante complicada. É aí que a Copa do Brasil ganha ainda mais força, já que a classificação deixará o Flamengo a quatro partidas da possibilidade de um título importante e com um caminho bem mais aberto do que o apresentado no momento pela Libertadores.

Além do prestígio e da possibilidade de aumentar a galeria de títulos nacionais, o Flamengo busca alguns milhões na Copa do Brasil. A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) aumentou de forma considerável a premiação em 2018. Se avançar e terminar com a taça nas mãos, o Rubro-negro embolsará R$ 61,9 milhões em prêmios, além das demais receitas com bilheteria. Avançar e terminar a trajetória com o vice-campeonato garantirá R$ 31,9 milhões nos cofres. Ser eliminado pelo Grêmio causaria um impacto considerável, já que o Flamengo perderia a possibilidade de lutar por mais R$ 56,5 milhões na competição nacional. A responsabilidade aumentou bastante também por conta do delicado panorama na Libertadores.

Dono de um dos maiores investimentos do país e com uma folha superior a R$ 10 milhões por mês no futebol, o Flamengo sabe que precisa conquistar títulos expressivos. O objetivo não foi cumprido em 2017 e cobrou o seu preço. Diretoria e time estão ainda mais pressionados no momento em razão da situação na Libertadores. Cair para o Grêmio e terminar fora da competição sul-americana deixaria o clube apenas com o Campeonato Brasileiro pela frente. Só que com uma obrigação ainda maior de conquistá-lo na ótica da torcida. Se a pressão é enorme por bons resultados, nos bastidores o panorama é o mesmo, principalmente por se tratar de um ano eleitoral e no qual o presidente Eduardo Bandeira de Mello busca fazer o seu sucessor, o vice de futebol Ricardo Lomba.

Apenas os resultados não decidem o pleito, mas costumam ter poder para atrapalhá-lo e mudar determinados rumos. “A pressão existe sempre. Eu, pelo menos, não tive nenhum jogo no qual entrei pensando que não poderia ganhar. É evidente que existe pressão externa e uma atmosfera que muda. Sabemos que é um jogo que não tem volta. É ônus e bônus de chegar em uma decisão. Muitas equipes queriam estar na nossa situação. Vamos encarar com a maior seriedade e equilíbrio”, comentou o técnico Barbieri.

FLAMENGO X GRÊMIO

Data/hora: 15/08/2018, às 21h45 (de Brasília)

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Auxiliares: Kleber Lucio Gil (SC) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)

Flamengo

Diego Alves; Rodinei, Réver, Léo Duarte e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá, Diego, Everton Ribeiro e Vitinho; Henrique Dourado Técnico: Maurício Barbieri

Grêmio

Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon, Cícero (Jailson), Ramiro, Luan e Everton; André Técnico: Renato Gaúcho

Fonte: Uol Esportes