Hospital de Castelo do Piauí não recebe repasses há 15 meses


Mais dois hospitais do interior do estado foram visitados nesta quarta-feira (11) pelas Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Piauí. A comitiva formada pelas deputadas Teresa Britto (PV) e Lucy Soares (PP) esteve nos hospitais José Furtado de Mendonça, em São Miguel do Tapuio, e Nilo Lima, em Castelo do Piauí.

Local onde é feito atendimento às mulheres gestantes
Local onde é feito atendimento às mulheres gestantes no hospital de São Miguel do Tapuio    Foto: Divulgação/Ascom

Além da estrutura precária e da falta de equipamentos, as deputadas constaram problemas de ordem financeira nas duas unidades.

Em São Miguel do Tapuio, os servidores estão com os salários atrasados há três meses. “Não encontramos praticamente nenhum paciente no hospital do município, que é estadual. Isso porque o hospital perdeu a credibilidade. A população não procura mais esse centro de saúde porque sabe que não recebe atendimento digno”, avalia Teresa Britto.

Situação pior no hospital de Castelo do Piauí, que foi municipalizado. Lá os repasses do Estado para o custeio da unidade não são feitos há 15 meses. Há servidores há nove meses sem receber salário. “Esses problemas refletem um total descaso do governo com a saúde pública”, diz a parlamentar.

    Foto: Divulgação/Ascom
    Foto: Divulgação/Ascom
    Foto: Divulgação/Ascom

FONTE:180GRAUS

Deixe uma resposta