Campanha já arrecadou mais de R$17 mil para jovem vítima de bullying

Chega a quase R$ 18 mil o valor já arrecadado pelo adolescente Adão de 14 anos, no valor já arrecadado pelo site jovem Adão, de 14 anos, no site Vakinha.com. O garoto, que vende sorvetes em Grajaú para ajudar a família, foi hostilizado por outros jovens enquanto trabalhava. A campanha de arrecadação foi criada na última sexta-feira (06) e já ultrapassou a meta de R$ 5 mil. Além disso, a polícia deixou mensagem de apoio ao rapaz para que não desista de seus sonhos.
Nas redes sociais, pessoas de todo o país se solidarizaram com a história do adolescente, que já tem mais de 224 mil seguidores no Instagram.
Criado há quatro dias, o perfil conta com apenas onze publicações e milhares de curtidas e comentários. O vendedor de geladinhos tem o sonho de se tornar advogado.
“Essa semana passei por uma situação que não desejo a ninguém, mas sempre virão obstáculos para que possamos alcançar a vitória. Com isso, tenho recebido um grande apoio não só do Brasil, mas de todo o mundo. Eu não tenho palavras para agradecer todos esses seres de luz que vem me ajudando de todas as formas. E isso faz com que eu continue a minha missão, a minha jornada! Tenho isso como um grande aprendizado para toda a minha vida. Eu vou continuar”, garantiu.
Em uma das postagens, agradecido, o garoto postou a foto com os policiais que deram visibilidade ao exemplo de trabalho. “Eu e meus amigos policiais que continuam me dando um grande apoio, e que me ajudaram a não deixar o que aconteceu comigo me abalar”, disse o jovem.
Adão mora com a mãe e seis irmãos em uma residência no município de Grajaú, a 580 quilômetros da capital maranhense. Ele perdeu o pai aos 2 anos de idade e, hoje em dia, estuda em um período e vende sorvetes para sustentar a família.
Devido a repercussão do caso, ele já recebeu milhares de doações, tratamento dentário, além de uma bolsa de estudos em uma escola particular da cidade. “Estou muito feliz com esse presente maravilhoso”, disse em uma publicação.
Doações para a família podem ser depositadas na Conta Poupança do Banco do Brasil 35540-2 em nome de Cleude Nunes de Sousa Oliveira, agência 0568-1, CPF 028.992.243-79. A conta foi aberta há poucos dias pela mãe de Adão, para que fossem direcionadas as doações. Mais informações sobre o jovem podem ser obtidas no perfil dele no Instagram adao_do_geladinho.maranhao ou pelo e-mail [email protected]
REPERCUSSÃO NACIONAL
O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) também se solidarizou com o adolescente. O político disse que tentar visitá-lo e incentivou o trabalho. “Continue perseverando e trabalhando”, disse o filho do presidente da República em uma live realizada com Adão no Instagram. “Vou tentar dar um pulo aí”, disse o deputado federal.
Por Fernanda Fernandes.

Deixe uma resposta