TERESINA: Corpo de idosa que morreu na UPA do Satélite é trocado e família descobre pouco antes do velório

O corpo de uma idosa de 100 anos, que morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Satélite, na Zona Leste de Teresina, acabou sendo trocado ao ser liberado para o velório.

Segundo a reportagem da TV Clube, a família de Júlia Maria da Conceição Sousa descobriu a troca quando a funerária contratada pediu para confirmar se de fato tratava-se do corpo da idosa.

“Não é só a dor, mas o constrangimento, de você esperar o corpo de seu ente querido e chegar uma pessoa desconhecida. Isso causa uma dor imensurável na gente. Ela faleceu às 13h, foram feitos os procedimentos no hospital, assinadas as guias, e nos dirigimos à funerária para fazer os tramites. Achávamos que estava tudo correto. Quando a funcionária pediu para constatar se o corpo era da minha avó, veio a surpresa que o corpo estava trocado”, comentou Sérgio Carvalho, neto da idosa, em entrevista à Clube.

Ao perceber a troca, a família procurou a direção da UPA, que teria negado responsabilidade pelo ocorrido.

A Fundação Municipal de Saúde chegou a se manifestar à reportagem, afirmando que o caso será apurado. Porém, a família diz que pretende acionar a Justiça, por conta do constrangimento.

O velório, que estava previsto para o dia de ontem, ocorreu apenas nesta quarta-feira (22).

FONTE: 180GRAUS


Deixe uma resposta