Criança de 4 anos morre de ataque cardíaco após padrasto tentar espancar ex-mulher no Marnahão

O homem identificado como Júnior Cabral Santana, acusado da morte do enteado Cauã Calebe, de 4 anos, foi autuado em flagrante por homicídio culposo, em Imperatriz. A morte do menino ocorreu por volta de 21h de domingo (21), no bairro Vila Redenção I. Cauã estava na residência com a mãe e o irmão de 1 ano.

De acordo com informações de um irmão da mãe do menino, Júnior Cabral Santana foi até a casa da ex-mulher, com quem tem um filho de 01 ano, para agredi-la. Como ela não abriu o portão, ele começou a chutar o portão. O garoto de 4 anos começou a chorar e gritar. Logo em seguida, começou a passar mal. Júnior disse que ficou desesperado e começou a massagear o tórax do garoto.

A mãe desesperada pegou o filho e colocou em um veículo particular para levar ao Socorrão. No trajeto encontrou com a ambulância do Samu, que prestou socorro. Cauã não resistiu e veio a óbito vítima de ataque cardíaco.

Os policiais militares da Força Tática 03, do 14° Batalhão, foram até a residência e fizeram a prisão do padrasto.

Júnior Cabral foi apresentado no Plantão Central da Regional de Segurança, onde o delegado Jackson o autuou em flagrante por homicídio culposo (sem intenção de matar).

Na manhã dessa segunda-feira (22) Júnior foi levado para a Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz, onde ficará à disposição da Justiça.

Com informações do Notícia da Foto

Deixe uma resposta