Polícia Federal investiga desvio de R$ 1 milhão na Seduc Piauí

Na manhã desta terça-feira (20), a Policia Federal juntamente com a Controladoria Geral da União (CGU), cumpriu um mandato de busca e apreensão, para uma investigação que envolve recursos de merenda escolar que somam R$ 1 milhão em desvios, organizada pela Secretaria de Educação do Estado do Piauí (Seduc).

As buscas estão acontecendo na sede da Seduc em Teresina, e conta com o trabalho de 68 policiais federais e 10 servidores da CGU.

A Policia Federal busca aprofundar as investigações que identificou uma fraude licitatória realizado pela Secretaria de Educação devido à contratação com sobrepreço na aquisição de merenda escolar no Piauí. Os recursos são do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

A investigação que acontece, é referente ao fato de 2014 onde foi identificado um grande prejuízo de R$ 1.752.740,61, referente ao superfaturamento nos pagamentos realizados pela Seduc as empresas envolvidas no esquema milionário que somam aproximadamente R$ 5.300 milhões .

Ainda de acordo com a PF, as empresas que estão envolvidas nesse esquema têm grande atuação em cidades e órgãos estaduais, com pagamentos de R$140 milhões, entre os anos de 2014 e 2018.

Batizada como operação “Boca Livre”, esse nome se refere à facilidade de movimentação de propina entre empresários e agentes públicos, que possibilitou o direcionamento às empresas e a contratações com sobrepreço.

Fonte: G1/PI

Deixe uma resposta