Governo do Piauí fará pente-fino em aposentadorias e pensões

O governador Wellington Dias (PT) diz que ainda não definiu por completo sobre a reforma administrativa que irá implementar neste quarto mandato. Admite que serão feitos cortes, com objetivo principal de otimizar a máquina e reduzir despesas, mantendo a capacidade de investimentos.

— Não temos ainda o número que vai ficar, ainda tenho algumas decisões a tomar — explica.

Para efetivar as mudanças, Wellington conta que algumas despesas serão revistas, em especial na folha do estado. Uma revisão que irá contemplar até mesmo aposentadorias e pensões.

Todo esse controle, ressalta, é também para garantir que o estado possa ter cada vez mais independência em relação à União, para que recursos deste tipo tenham caráter suplementar, e não de dependência total.

— Serão cortes o bastante para garantir a condição não só de equilíbrio, mas de capacidade de investimento. É preciso sobrar alguma coisa para investir, esse é o papel do estado, manter o funcionamento dos serviços — completa.

Fonte: 180 Graus

Deixe uma resposta