Cavani marca duas vezes e Uruguai elimina Portugal de CR7

Na segunda partida deste sábado (30) pelas oitavas de final da copa do Mundo na Rússia, Uruguai e Portugal se enfrentaram em jogo disputado até os acréscimos. Dessa vez, os sul americanos levaram a melhor vencendo os portugueses por  2 a 1 com dois gols de Cavani no estádio Fisht Olympic.

Portugal correu atrás do prejuízo no segundo tempo, empatou o duelo com o zagueiro Pepe, mas não resistiu a tarde inspirada de Cavani.Tanto Messi quanto CR7 deixaram hoje o mundial na Rússia.

 (Crédito: Nelson Almeida/ FP)
(Crédito: Nelson Almeida/ FP)

O jogo

O primeiro gol de Cavani saiu logo aos seis minutos, aproveitando um cruzamento do outro astro do seu país, Luis Suárez. No segundo tempo, Portugal ganhou sobrevida com Pepe.  Aos nove minutos, Raphael Guerreiro recebeu a bola em uma cobrança curta de escanteio e fez o cruzamento da esquerda. Dentro da área, o brasileiro naturalizado português aproveitou um raro vacilo da defesa uruguaia para saltar sem marcação e cabecear para o gol, que seria o primeiro sofrido pelo Uruguai na Copa do Mundo da Rússia.

 (Crédito: Jonathan NACKSTRAND/ AFP)
(Crédito: Jonathan NACKSTRAND/ AFP)

A equipe liderada por CR7 parecia que assumiria o controle da partida a partir de então, encurralando o Uruguai. O camisa 7 e os seus companheiros só não contavam com o talento de Cavani. Aos 16 minutos, Muslera deu um chutão para a frente, e Nández rolou para a ponta esquerda. Dali, o atacante do Paris Saint-Germain arrematou de primeira, cruzado, para acertar a rede outra vez.

A vantagem uruguaia desestabilizou Portugal. Muito dependente de Cristiano Ronaldo, que girava de um lado a outro e sempre esbarrava na forte marcação sul-americana, o time lusitano não conseguia criar oportunidades para empatar a partida, embora ficasse mais tempo com a bola nos pés.

 (Crédito: Jonathan NACKSTRAND/ AFP)
(Crédito: Jonathan NACKSTRAND/ AFP)

O time experiente do Uruguai congestionava o meio-campo e sabia que não havia motivos para acelerar o jogo. A equipe dirigida por Óscar Tabárez não chegava a dar muito trabalho ao goleiro Rui Patrício (à exceção de uma falta cobrada por Suárez), mas sentia que Muslera também não era ameaçado. Para frustração do técnico Fernando Santos, inquieto à beira do campo.

Diante disso, o primeiro duelo de quartas de final colocará duas seleções campeãs do mundo frente a frente: o bicampeão Uruguai enfrentará a campeã França, que bateu a Argentina por 4 a 3 na manhã deste sábado.

Assista aos gols e melhores momentos da partida:

Fotos:

 (Crédito: Odd Andersen/AFP)
(Crédito: Odd Andersen/AFP)
 (Crédito: Pierre-Philippe Marcou/ AFP)
(Crédito: Pierre-Philippe Marcou/ AFP)

 (Crédito: Jonathan NACKSTRAND/ AFP)

(Crédito: Jonathan NACKSTRAND/ AFP)
 (Crédito: Jonathan NACKSTRAND/ AFP)
(Crédito: Jonathan NACKSTRAND/ AFP)
 (Crédito: Odd Andersen/AFP)
(Crédito: Odd Andersen/AFP)

Fonte: Com informações do UOL


Deixe uma resposta