PIAUÍ: PROFESSORES RECUSAM PROPOSTA DE REAJUSTE DE 2,95%

A manifestação realizada na última quarta-feira (13), no Palácio de Karnak, reuniu centenas de pessoas; professores, estudantes e funcionários de escolas reivindicando o reajuste salarial.

Após o ato com toda a classe, uma reunião ocorreu entre os representantes do Sindicato dos Professores da Educação e o secretário de Estado da Administração, Ricardo Pontes, para discutir o pagamento do reajuste. Na ocasião o gestor pediu a suspensão da greve “Primeiro apelamos para a categoria o fim da greve. Estamos aguardando a sansão da lei, na Assembleia Legislativa, assim que ela chegar vamos implementar na  folha de pagamento os 2.95% referentes à inflação do ano passado para toda a categoria ativos e inativos”.

 

A proposta foi recusada imediatamente pelos representantes do SINTE que esperam o reajuste total de 6,81% para professores e 3,95% para os demais funcionários da educação. Durante a reunião, Paulina Almeida presidente do sindicato explica porquê a categoria recusou o acordo “É uma enrolada, e iremos resguardar com a Justiça. Estamos aguardando a assinatura dessa lei na Assembleia, que o Governador tinha vetado, para entrarmos com uma ação na justiça para exigirmos o cumprimento do acordo judicial.”, afirmou a presidente.

A categoria aprovou uma manifestação na próxima segunda-feira,18,na Assembleia Legislativa (Alepi). Até lá a greve nas escolas estaduais continua em todo Estado do Piauí.

FONTE: SINTE PI



Deixe uma resposta