Regina Sousa critica possível diminuição no salário-mínimo para 2019

A senadora Regina Sousa (PT-PI) criticou a possível diminuição do salário-mínimo para 2018. O documento original encaminhado pelo governo previa o valor de R$ 1.002,00 a partir de 1º de janeiro, mas o valor pode ser de R$ 998, conforme apresentado na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Segundo a parlamentar piauiense, a atual gestão não pensa na população de baixa renda.

“Quatro reais pode não ser nada pra muita gente mas, para o brasileiro pobre que ganha o salário mínimo, quatro reais é muito. Compra lá o fósforo, compra lá o tempero… O problema é que, quando se vai fazer o orçamento, não se pensa nas pessoas mais pobres. O orçamento não tá cabendo os pobres. Essa é que é a questão”, enfatizou.



O relator da LDO, senador Dalirio Beber (PSDB-SC), ressaltou que os números do orçamento precisam ser realistas. “Queremos diminuir o tamanho do estado pra que ele continue cabendo dentro da carga tributária que é imposta à sociedade brasileira. É o desejo de sermos cada vez mais transparentes por um imperativo imposto à sociedade. Ou seja, não adianta nós escamotearmos pra permitir criar um cenário que se mostre promissor, favorável, se, na verdade, isso não existe. Ou seja, tratar os números como verdadeiramente são.

O valor final do salário mínimo vai depender das negociações na Comissão Mista de Orçamento com a equipe econômica do atual governo e do que será eleito em outubro. O projeto de lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2019 deve ser votado amanhã, 12 de junho.

FONTE:VIAGORA

Curta nossa página

Sem Comentários

Deixe uma resposta